Nivel Evolutivo de Capricornio por Antonio Rosa

Published Dezembro 15, 2012 by sofiafurtado
1º nível de evolução: Revela-se a ambição social como primeiro desejo de projecção do Eu no colectivo. A procura de status, de consideração, de prestígio, de poder público. O desejo de afirmação pública é válido, nasce como resposta a um chamamento de universalidade. Corresponde à necessidade que o homem tem de transcender os limites do seu mundo privado para um relacionamento mais abrangente com a vida e com os outros. Neste sentido, a afirmação pública é em última análise um apelo Cósmico. Identifica-se em qualquer mapa natal com a energia do signo do Meio do Céu. O apelo deste 1º Nível é muitas vezes confusamente filtrado através de um sentimento de insegurança e inferioridade social. Como reacção inconsciente a esta insegurança o Eu vai ilusoriamente e de uma forma perversa, compensar-se pela afirmação egocentrada de poder. No entanto, por razões do seu próprio destino, o Eu pode não responder ao apelo social por se encontrar totalmente inibido ou bloqueado. Vive então uma auto-imagem reduzida. Demite-se da sua intervenção maior, a sua acção no colectivo. É o mundo das massas anónimas não intervenientes. Pessoas que se desconhecem, para quem a energia da Casa X será sempre e apenas potencial. Inconsciente, adormecida, nunca chega a manifestar-se Infelizmente é na actualidade o estado evolutivo da maioria dos seres humanos. Ainda se encontram socialmente irresponsáveis, aquém do que podiam vir a ser, reduzidos à esfera das suas necessidades básicas, do seu mundo privado, das suas preocupações domésticas e familiares. Desconhecem a experiência mais vasta e universal da sua Casa 10.
2º nível de evolução: Situa-se a capacidade de afirmação social. É a projecção do Eu frente à opinião pública. O poder individual que se revela ao dinamizar as forças do colectivo. A profissão como forma de intervenção personalizada nas estruturas que asseguram a Ordem Comum. A realização pessoal por participação em organizações nacionais ou internacionais. Neste contexto situa-se igualmente todo o trabalho que nasce de uma colaboração individual ao país que é o nosso e ao mundo em que nascemos. Neste 2º Nível da Casa 10 o Eu relaciona-se com as estruturas.
3º nível de evolução: Identifica-se com a responsabilidade social. Traduz a contribuição mais segura, mais adulta, mais livre e mais determinada que cada um pode dar ao mundo. Quando o Eu aceita incondicionalmente Ser quem pode Vir a Ser. Quando responde totalmente ao seu destino, ao seu projecto de vida. Quando vence o último nó de medo, a imaturidade que o prende ao Fundo do Céu, à sua intimidade, à sua família, às suas fundações. Uma vez liberto das inseguranças e condicionalismos que o prendiam ao Passado, só então é emocionalmente adulto, capaz de se assumir responsável. Neste sentido, a resposta à Casa 10 é a afirmação consciente do que antes ainda não podia ser expresso, por se encontrar aprisionado a medos inconscientes. Nesta fase emancipada, o Eu cria novas estruturas. O 3º Nível da Casa 10 revela a liberdade conquistada pela aprendizagem dos Ciclos de Tempo, já sem resistências emocionais nem sentimentos redutores de uma auto-imagem pessoal. Neste Nível a Casa 10 é a resposta da Personalidade Individualizada e Evoluída.
Antonio Rosa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: