Published Janeiro 3, 2011 by sofiafurtado

Sempre acreditei que as pessoas são como os espaços.

Quando os deixamos por um determinado tempo
deixam de nos pertencer,no sentido em que deixam de sentir a nossa presença.
A falta de um espaço ou de uma pessoa
pode permanecer sempre em nós, sob a forma de saudade ou,
pode transformar-se em indiferença,
(quando nos habituamos a conviver com ela.)
Não tenho medo de perder aquilo que nunca me pertenceu
mas tenho horror de perder aquilo que em dias, noites,
instantes, momentos… julguei ser meu,
por fazer de mim uma pessoa FELIZ.

3 comments on “

  • Não concordo inteiramente, acho que ninguém deve ser nosso, mas estar connosco porque gosta. Só assim com esta "liberdade" alguém se sentirá bem ao nosso lado, escrevi recentemente algo que tem a ver com isto.

  • acho que o MST nao queria dizer exactamente como interpretaste.. mas esse é o fascinio dos textos, poemas e frases que se escrevem é que todos nós lemos com os nossos olhos:)mas todos nós inconscientemente achamos que algo nos pertence quando nos faz feliz, mas achar que nos pertence nao significa agarrar essa pessoa , pois quando se gosta ou ama , queremos sempre que essa pessoa seja feliz mesmo nao estando ao nosso lado.obrigado pelo teu comentario:)

  • Deixe uma Resposta

    Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

    Logótipo da WordPress.com

    Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

    Facebook photo

    Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

    Google+ photo

    Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

    Connecting to %s

    %d bloggers like this: